Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Não podias ser menos do que és

O tempo passa. O tempo avança. O tempo voa e forma um redemoinho de recordações.

Levanto-me-tomo o pequeno-almoço-vou para a escola-volto para casa- ... Levanto-me e já não penso em ti , como sempre pensei ; já não saio a correr de casa para estar contigo ; já não te abraço ; já não te digo eu amo-te ; já não peço para me levares às cavalitas ; já não peço que me dês a mão , que cantes para mim ; já não digo que quero construir o meu castelinho na areia contigo ; já nem sequer sonho contigo. Sim, eu esqueci-te. Não, não voltarei a amar-te. E tenho pena que me tenhas ensinado a sentir ódio por alguém, muita pena.

sinto-me: Hoje não !
música: Don't stop believing.
publicado por - AnnaRaquel às 17:21
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.about me

.posts recentes

. Camouflage*

. The heart may freeze or i...

. I'll cover you.

. Without you .

. But that's alright becaus...

. far away for far too long...

. Seasons of love ,

. Strumming my pain with hi...

.arquivo

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

Patrícia Rodrigues $: